Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now.

Zygmunt Bauman sobre Poder e Política

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O sino soou sobre Política Global

Quando Zygmunt Bauman nos alerta para coisas como poder e política, nos dizendo que tudo faz parte do mesmo pacote de modernidade que recebemos, não é sem razão. Quando ele explica as relações políticas, compreendemos melhor a interferência da Política e do Poder nas relações interpessoais. Ele conta que quando era jovem as pessoas não faziam distinção entre duas coisas: poder e política.

“Poder é a capacidade de fazer coisas e política é a capacidade de decidir sobre quais coisas precisam ser feitas. Por que nós não distinguíamos na juventude esses dois conceitos? Naturalmente, porque eles eram casados num casamento inseparável. Não existia nada e nenhum poder além do Estado-nação. No século XX, aconteceu algo inacreditável: o divórcio desse casal. Há movimentação ilimitada de capitais, de planos de investimentos, de commodities, de informações, de terrorismo, de comércio de armamentos. Então, o poder, a capacidade de fazer as coisas, frequentemente fica fora do alcance da política local.”

Não há uma política global

É importante compreendermos como a macroeconomia e o sistema interferem na forma como pensamos e agimos. Os valores que perpetuam esse sistema são vendidos para nós como se fossem verdades absolutas. E não é nada disso. Ele diz que “O que chamamos de política internacional é um erro. Nem mesmo é internacional. É intergovernamental, interministerial, porém, realmente global, que seja vinculante para todo o globo, isso não existe.”

Um alerta aos jovens

“Qualquer coisa que vocês jovens forem fazer, terão que enfrentar esse divórcio entre a política e o poder. E vocês tem que os forçar a se casarem de novo. Até termos a política e o poder no mesmo nível, nós vamos ter uma divisão como hoje, entre poder que não é controlado pela política, e a política que não tem poder, ou que pelo menos sofre de déficit de poder.”

819_bauman

Finalizo com a mensagem linda que ele deixou:

Para cada ser humano há um mundo perfeito. Feito especialmente para ele ou para ela. O único problema é que a maioria das pessoas procura por esse mundo nos lugares errados.

Convido a todos que chegaram até aqui para começarem a procurar nos lugares certos. Zygmunt Bauman é chefe do departamento de Sociologia da Universidade de Leeds na Inglaterra, e considerado um dos pensadores mais eminentes do declínio da civilização. Ele ainda dá aulas na London School of Economics, ministra palestras pelo mundo inteiro e publicou dezenas de livros que viraram best-sellers. Seus 32 títulos lançados no Brasil venderam mais de 350 mil exemplares.

Por Maria Alice Guedes

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Maria Alice Guedes

Jornalista e escritora, autora do livro Desnudeios - Um retrato do homem moderno em suas relações de afeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *