Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now.

‘Ticas’ loucas por empreendedorismo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O amor ao aprendizado pode transformar a história de uma ex empregada doméstica e de uma ex funcionária do McDonald’s em uma trajetória de sucesso como a dessas duas mulheres empreendedoras: Zica Assis e Leila Velez, fundadoras do Beleza Natural, que há mais de vinte anos, sentiram na ‘pele’ o quanto é complicado começar um empreendimento, e a medida em que a empresa cresce, as coisas ficam ainda mais desafiantes. As dificuldades que as prepararam para as vitórias se repetem na vida de muitos empreendedores:

leila-velez_bn
Leila Velez

Para nós, abrir uma conta no banco era difícil, quem diria conseguir financiamento.  Fornecedores também diziam que nossa ideia não interessava. Não tínhamos capital para fazer um salão grande ou para decorá-lo como gostaríamos. Não tínhamos crédito em bancos ou financeiras, nem verba para publicidade, mas isso não nos impediu de prosperar. Usamos todas as economias no nosso primeiro salão e nosso sucesso se fez no boca a boca. Desde o início nosso diferencial foi um atendimento inovador e soluções pensadas a partir da necessidade de nosso público-alvo – tudo isso somado a muita criatividade. As dificuldades nunca fizeram com que desistíssemos do nosso sonho. Sempre buscávamos um meio de solucionar o problema da maneira mais criativa e eficiente.

Tudo começou por uma questão de auto estima

zica
Zica Assis

A ideia nasceu de Zica Assis que começou a trabalhar aos nove anos para sustentar seus irmãos mais novos como empregada doméstica e vendedora na Tijuca, no Rio. Ela nunca estava feliz com seu cabelo, muito crespo e “armado”, o que a fazia perder até alguns trabalhos. Como não conseguia comprar nada que deixasse seu cabelo como queria, fez um curso de cabeleireira e começou a fabricar na sua própria casa fórmulas experimentais de um novo produto para cabelos crespos.

Depois de alguns anos e várias fórmulas que resultavam apenas na queda do seu cabelo, Zica chegou a uma composição que dava brilho e reduzia o volume dos seus cachos. Ela então convenceu o marido a vender seu Fusca, o único bem da família, para abrir o primeiro salão Beleza Natural. Em pouco tempo, as filas de clientes passaram a ser constantes.

Apesar do sucesso, o crescimento acelerado veio com a chegada de uma sócia com qualidades complementares às de Zica. Nascida em 1974, no Rio de Janeiro, Leila Velez é sócia-fundadora e presidente da rede de institutos Beleza Natural. Antes da sociedade, aos 14 anos Leila Velez trabalhou em um restaurante McDonald’s. Foi dela a ideia de se inspirar na rede de fast-food para deixar o salão com formato mais parecido com uma linha de produção, aumentando sua capacidade de atendimento, mas sem perder a simpatia e o foco em aumentar a autoestima das clientes. Para Leila, a questão da credibilidade é muito séria para qualquer empreendimento prosperar.

Empreendedoras de alto impacto

Hoje já são mais de 100 lojas do Beleza Natural e 1.200 funcionários.  Em 2013, Zica (Heloisa) Assis entra para a lista das 10 mulheres mais poderosas do Brasil pela Forbes e o Beleza Natural recebe investimento de R$ 400 milhões pela GP Investments para financiar o plano de expansão de 50 pontos em 6 anos. Leila Velez foi eleita Young Global Leaders em 2014 pela World Economic Forum, e recentemente, premiada como Mulher Empreendedora do Ano (Female Entrepreneur of the Year) no evento Endeavor Summit, em San Franscisco.

Como diz Linda Rottemberg “Se você não está sendo chamada de louca, provavelmente não está pensando grande o bastante”. Linda é uma das mulheres mais dinâmicas do mundo em empreendedorismo, inovação e liderança, atua na direção do comitê de empreendedorismo do Fórum Econômico Mundial.

Fonte: Endeavor

 

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Maria Alice Guedes

Maria Alice Guedes

Jornalista e escritora, autora do livro Desnudeios - Um retrato do homem moderno em suas relações de afeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *