Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now.

A redescoberta de um novo casal após o primeiro filho

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Continuando a nossa conversa do porquê o casamento balança após a maternidade, sendo o quesito ‘sexo‘ um dos afetados durante o período de adaptação dessa família de primeira viagem, vamos entender as desculpas e justificativas que podem começar a rolar entre o casal, quando o espaço em questão é a ‘cama’. Nenhum dos dois sabe muito bem o que fazer, como dizer, ou como conversar sobre isso e nem os porquês desse estranhamento ou desse sentimento de falta de tesão. Normalmente, essa falta de vontade pode acontecer mais por parte da mulher, que agora é Mãe.

E por quê? Puxa vida, ninguém explica antes! (Será que adiantaria? Só a experiência nos ensina)

Então, o que houve? Houve muitas coisas. Uma delas é o amadurecimento em grande escala num curto espaço de tempo, mais por parte da mulher do que do homem. Ela se olha no espelho, e não se reconhece. O corpo mudou. O rosto mudou. A expressão mudou. O comportamento mudou. A conversa mudou. Os sonhos mudaram. E os hormônios também. Quem é ela agora? Quem é aquele homem agora? Quase que dá vontade de dizer “Olá, muito prazer, eu sou a …”

Só não é possível fazer isso, porque nem ela mesma sabe quem é agora.

Ocitocina – o hormônio do orgasmo

E o homem está se perguntando coisas também: “O que aconteceu com ela?”. “Será que ela não gosta mais de mim?”. “O que eu tenho que fazer agora?”. Será que esse dilema poderia ser evitado se a gente soubesse que vai mudar muito depois de ter um filho? E que vamos precisar conhecer novamente o nosso companheiro e a nossa companheira?

Questionamentos e inseguranças desse tipo podem ser minimizados quando se sabe que durante o período de amamentação, o apetite sexual da mulher fica quase nulo. Mas será que isso acontece com todas as mulheres? Isso varia porque as pessoas não são iguais. Há mulheres que não perdem o tesão. Mas a grande maioria sente perda de libido enquanto amamenta. Simplesmente, porque o hormônio OCITOCINA, produzido durante o período de amamentação, é o mesmo hormônio do orgasmo. Ou seja, enquanto a mulher amamenta, ela não sente tanta falta de sexo. Outras ainda, não sentem falta alguma.

amamentar

E o que está acontecendo com o homem durante o mesmo período? Primeiro, ele não ficou grávido e não teve alterações de estrógeno, progesterona, testosterona. Em segundo lugar, ele não está amamentando, portanto não está produzindo *OCITOCINA. Mas isso não significa que ele também não esteja enfrentando mudanças e questionamentos.

E, sexualmente, o que ele está sentindo? Uma vontade enorme de transar! Com você! Seja com você mais gordinha, mais magrinha, mais barrigudinha. Não importa. Ele quer transar com você! E tentará uma vez. Duas. Três. Dez. Vinte. Até que, se você não quiser, ou se fizer apenas para satisfazê-lo, ainda assim, as coisas ficarão difíceis. Ele não sabe que o seu corpo é mais importante pra você do que pra ele. Ele pode não entender que se você não está se sentindo no clima, não tem exatamente nada a ver com ele. Ou até tem, mas o que importa agora é que sua maneira de querer transar e de ser envolvida, mudou. Mas ele talvez não saiba nada sobre isso. E se você não disser, ele nunca saberá e nem terá a chance de conquistar essa ‘outra’ mulher na qual você se tornou. E aí você se pergunta: Tá e qual é a solução pra se resolver esse impasse? Afinal, quem não quer transar sou eu. E ponto.

Começa uma redescoberta

CONVERSE ABERTAMENTE SOBRE O QUE VOCÊ ESTÁ SENTINDO. ESSE É O MOMENTO DO CASAL REFORÇAR A AMIZADE, PORQUE É DELA QUE NASCERÁ UM NOVO AMOR. UMA NOVA FORMA DE AMOR. E DESSE AMOR, DESSA FRANQUEZA, DESSE RESPEITO E COMPREENSÃO, BROTARÁ NOVAMENTE O FOGO E O TESÃO ENTRE OS DOIS. AGORA É HORA DE AMBOS SEREM CRIATIVOS PARA ENCONTRAR UM ESPAÇO A DOIS.

A redescoberta de um novo casal após o primeiro filho

O sexo muda depois do primeiro filho e os casais que conseguem reforçar seus laços de amizade e conversar intimamente sobre o que está acontecendo, vencem essa fase com louvor e se fortalecem como parceiros e como casal. Sem falar, que se tornam pessoas melhores e mais fortes para enfrentarem outros desafios que virão no decorrer dessa jornada em família. Os que não conseguem se entender na cama e nem fora dela, dificilmente, terão muito mais tempo em família.

Leia mais: A importância do trabalho para a mulher

*Ocitocina, conhecida também como ‘hormônio do amor’ é um hormônio naturalmente produzido pelo nosso organismo para gerar as contrações do útero durante o trabalho de parto e a liberação do leite durante a amamentação.

A amamentação também pode suprimir a ovulação por meses após o parto. Isso significa que há menos estrogênio no seu corpo, e a falta desse hormônio deixa a vagina mais seca e inibe o impulso sexual. É como se o corpo soubesse que é cedo demais para ter outro bebê e naturalmente desestimulasse o sexo.

Claro que cada mulher é diferente da outra, e muitas continuam a sentir desejo mesmo na fase de amamentação. Algumas até sentem mais vontade de transar.

Coloque o papo em dia com o parceiro e desfrutem uma bela vida em família.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Maria Alice Guedes

Jornalista e escritora, autora do livro Desnudeios - Um retrato do homem moderno em suas relações de afeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *