Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now.

Dois Caras Legais na Netflix

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Entre a comédia e o policial, filme é diversão inteligente e traz a nostalgia dos anos 80

Gênero há de sobra em Hollywood. Do drama ao romance – passando pelo western e pela ficção científica (entre outros), a tentativa de classificar uma obra cinematográfica é uma arte tão antiga quanto a própria indústria americana do entretenimento. Uma gama infindável de filmes é produzida para obedecer a esse enquadramento comercial (para usar aqui a linguagem audiovisual). Mas alguns simplesmente são produções que naturalmente escapam à generalização. São Arte, e ponto final. É o caso de ‘Dois Caras Legais’ (The Nice Guys), lançado neste ano e que aporta na plataforma Netflix.

Dois Caras Legais - Netflix

Os Legais narra a aventura de duas figuras adoravelmente patéticas às voltas com o assassinato de uma estrela pornô na Los Angeles dos anos 70. São ‘detetives’ que enfrentam situações inusitadas na Era Disco para encontrar a filha desaparecida de uma alta funcionária pública, e que estaria envolvida na morte da atriz pornô.

Dois Caras legais - Netflix

A dupla é formada por Russel Crowe e Ryan Gosling – excelentes no papel, e que conquistam o expectador nos primeiros minutos do filme, com suas gírias e frases de efeito, num clima que (para alguns) é compreendido como um retorno a uma fase ‘politicamente incorreta’ de Hollywood (a indústria na sua mea culpa).

O filme conta ainda com a participação especial de uma das estrelas do cinema americano dos anos 80, a blonde girl Kim Bassinger, que ficou famosa ao estrelar 9 e ½ Semanas de Amor, ao lado de Mickey Rourke. O galã da série White Collar, Matt Bommer, também é um dos destaques da obra, vivendo um dos antagonistas. Mas quem rouba a cena é a adolescente Angourie Rice, na pela da filha do personagem de Gosling.

Dois Caras Legais - Netflix

Produção de primeira qualidade, o poderoso e seguro ritmo do filme é justificado pela presença de Shane Black na direção, e que assina também o roteiro de diálogos e passagens insólitas com Anthony Bagarozzi, um dos produtores. Black foi o roteirista de um dos clássicos dos anos 80: ‘Máquina Mortífera’(Lethal Weapon), com Mel Gibson e Danny Glover como protagonistas.

Em setembro, foi lançado um remake do filme em formato de série de TV, com Clayne Crawford e Damon Wayans nos papéis que foram de Gibson e Glover. Juntamente com o sucesso da série Strange Things, na Netflix, o Nice Guys acendeu a chama nostálgica dos anos 80. Que se estendeu, ainda neste mesmo ano, com o remake de um clássico da época: ‘McGyver’, sucesso na TV americana e brasileira. O agente secreto agora é interpretado por Lucas Till, que participou da franquia ‘X-Men’.

Vale lembrar que Máquina Mortífera praticamente renovou os filmes policiais. Mas a carreira de Shane Black como diretor só deslanchou nos anos 90, quando lançou ‘Beijos e Tiros’ (Kiss, Kiss, Bang, Bang), com Robert Downey Jr. e Val Kilmer formando uma dupla quase no mesmo estilo dos Legais. O outro retorno de Black à direção foi marcado, há poucos anos, pelo convite de Downey Jr. para que ele dirigisse o terceiro filme da franquia ‘Homem de Ferro’ (Iron Man). The Nice Guys, então, marca uma espécie de trilogia da carreira de Black como diretor, e – quem sabe, cria uma expectativa de que mais obras inteligentes possam vir por aí.

Assista abaixo o trailer do filme. Boa diversão!!

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Vinicius Costa

Jornalista com MBA em Cinema Documentário pela FGV.Especialista em Política, Cultura e Sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *