Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now.

Brasil cai de posição no ranking de liberdade na web

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Divulgado esta semana pela Freedom House, o ranking mundial que mede a liberdade de internet no mundo mostra que o Brasil caiu algumas posições em 2016. Se no ano passado o país tinha uma imprensa considerada livre e aparecia com 29 pontos (quanto menor, melhor), atualmente ele surge com 32 pontos e com a classificação “parcialmente livre”.

Através de seu site oficial, a organização relata os acontecimentos que levaram o país a perder colocações. Entre eles está o fato de que certos aplicativos de mídias sociais continuam bloqueados em território nacional e ocorrências como os bloqueios realizados contra o WhatsApp em dezembro de 2015 e maio de 2016.

A Freedom House também aponta como problemática a decisão de algumas operadoras de introduzir limites de banda para conexões banda larga fixas, assim como algumas propostas de leis relacionadas a crimes cibernéticos propostas por uma CPI do Congresso. “A liberdade de internet no Brasil continua limitada pela violência contra blogueiros independentes, restrições ao anonimato e limites restritos a conteúdos relacionados a eleições”, afirma a organização.

Também são apontados como obstáculos para a liberdade da internet no Brasil a baixa disponibilidade de acesso em algumas regiões, a alta concentração do mercado de telecomunicações em poucas provedoras (o que diminui a competitividade) e episódios marcados por ameaças, intimidações e violência contra jornalistas, especialmente aqueles pertencentes a meios independentes. Clique aqui para ler o relatório completo (em inglês) sobre os problemas do país e quais são os pontos considerados positivos sobre sua situação atual.

Fonte: TechMundo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Vinicius Costa

Vinicius Costa

Jornalista com MBA em Cinema Documentário pela FGV.Especialista em Política, Cultura e Sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *